Últimas notícias

Revisão no aumento do gás natural

Um dos assuntos que o deputado Aldo Demarchi discutiu na última quinta-feira (7/2) durante audiência com o vice-governador e secretário de Governo Rodrigo Garcia foi o reajuste médio de 36%, autorizado no início do mês pela Agência Reguladora de Saneamento e Energia do Estado de São Paulo (Arsesp) sobre o preço do gás natural. "Isso afeta diretamente Rio Claro, Santa Gertrudes e outras cidades da nossa região, pois as indústrias cerâmicas utilizam esse combustível como um de seus principais insumos", ressaltou o parlamentar - que solicitou o apoio de Garcia para a redução desse aumento que impacta diretamente nos custos de produção de pisos e revestimentos. "Embora o percentual seja definido pela Arsesp, que é subordinada à própria Secretaria de Governo, a composição do preço depende basicamente da Petrobrás", observou Aldo Demarchi. Segundo ele, o vice-governador garantiu que adotará medidas para reavaliação do reajuste. "Algo precisa ser feito, pois o gás natural já custa no Brasil pelo menos três vezes mais do que, por exemplo, nos Estados Unidos", destacou o deputado.
11/02/2019 (00:00)
Visitas ao site:  134643
© 2019 Todos os direitos reservados - Certificado e desenvolvido pelo PROMAD - Programa Nacional de Modernização da Advocacia